Solidariedade com animais 1

Solidariedade com animais

Solidariedade com animais, os animais também podem precisar de nossa solidariedade. A abominação aos maus tratos de animais é algo recente em nossa sociedade. Anteriormente, animais eram explorados, castigados ou mau tratados e ninguém se importava. Mas isso mudou, hoje o mau trato é visto com outra visão. Há várias leis para garantir o bem-estar de nossos bichinhos. Porém, infelizmente, ainda há resquícios desse passado obscuro e muitos animais ainda sofrem pelo mundo. Portanto, para mais uma vez praticar a solidariedade com animais, venha descobrir como podemos auxiliar.

Adoção de animais (solidariedade com animais)

A primeira ideia que se tem é a adoção. Além de ser a maneira mais simples de auxiliar animais abandonados, ela é muito divertida. Além oferecer um lar a um abandonado, há o prazer de diariamente receber a gratidão que somente um animal pode oferecer.

Adotar um bichinho é uma experiência única. E para tal, requer somente um pouco de recurso financeiro e tempo. Doe seu tempo oferecendo amor e carinho ao seu animal adotado que já estará realizando uma bela ação.

Além disso, pede-se que escolha a adoção ao invés da compra de animais. Pois muitas ONGs e outras organizações que cuidam de animais sofrem com a superlotação. Portanto, para que outros animais de rua tenham um lugar para serem protegidos, deve-se liberar espaço e a única maneira de fazer isso é adotando. Adote um animal e doe seu tempo para ele!

solidariedade com animais
solidariedade com animais

Maus tratos a animais

Outro ponto importante é não virar as costas a atos de violência. Devemos denunciar as autoridades responsáveis todo e qualquer ação que fere o bem-estar de algum animal. Todo animal como, de estimação, cachorros e gatos, os de trabalho, cavalos e burros, os silvestres, as aves e felinos, são protegidos por lei e, portanto, qualquer ato que fira seu bem-estar, sua integridade física ou que o explora deve ser denunciado.

Outra coisa que podemos fazer é auxiliar animais de rua. Levando-os para instituições que cuidam de animais ou conversando com amigos e localizando um lar para ele. Porém, um animal de rua deve ser tratado com muito cuidado. Aproxime com cuidado e atente-se com mordidas (use uma focinheira caso seja preciso), pois muitos desses animais possuem doenças e podem acabar infectando a pessoa que tenta ajudá-lo. Portanto, após retirá-lo da rua, não esquecer de fazer uma visita ao veterinário, para checar se está tudo bem com a saúde do animal.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

É importante também se atentar a animais com coleira ou bem alimentados, pois podem não ser de rua e, sim, apenas estão perdidos. Portanto, caso se depare com essa situação, espalhe a notícia, converse com amigos e tente localizar o dono.

Quer saber como você pode visitar um asilo? Veja nesse link 

Não é possível tirar o animal da rua

Caso não seja possível tirar o animal da rua, devido a não encontrar instituições para cuidar do mesmo, amigos para adotá-lo ou não tenha condições de mantê-lo em sua casa, ainda assim, há como ajuda-lo.

Animais de rua normalmente sofrem com a fome e o consumo de água suja. Portanto, colocar uma tigela de ração e uma de água para o bichinho e ficar reabastecendo diariamente é uma maneira de ajudar. Apesar de haver essa opção, deve-se tomar bastante cuidado com a escolha do local onde ficará a comida e a água. Além disso, priorize a adoção ou levar o animal para alguma instituição, pois o animal na rua fica vulnerável a várias formas de violência e tipos de doença. Portanto, somente alimente um animal de rua caso não seja possível, de maneira alguma, retirá-lo da rua.

 

Auxiliar um animal de rua é uma experiência única e impagável. Além disso, tenha muita responsabilidade ao adotar um animal. Essa é uma responsabilidade para a vida toda e o abandono nunca deve ser uma opção.

Com muita alegria informamos que estamos com um patrocinador oficial, conheça o portal certosaber.com informação de qualidade e confiável feita por quem quer mudar os rumos de uma nação inteira.

Nos siga nas redes sociais!

Facebook Doe1horaInstagram Doe1hora

Share:

Leave a Comment